Clique aqui e confira o KWC na Mídia desde 2015. Assessoria de Imprensa – Gava Comunicação / Jornalista Claudia Santana

Últimas atualizações

Portal Caras Brasil: http://bit.ly/2BDa0qf (ícones do Karaokê)

Videoshow: https://globoplay.globo.com/v/6333277/ (ícones do Karaokê)

 

Informações para imprensa

Gava Comunicação Jornalista: Cláudia Santana

Contato: (11) 99910-5893 – Cel e WhatsApp

 

Eles são parte da história KWC Brasil.

BRUNA HIGASHI – Campeã 2016 – 3° Lugar no Mundial / 4° Lugar – Categoria Dueto

Apaixonada por música desde a infância e canta para o público desde os 14 anos de idade. Apesar de ser roqueira de carteirinha, é eclética e versátil, cantando diversos estilos como pop e rock nacional e internacional, música pop japonesa e também teatro musical. Suas principais influências são: Heart, Evanescence, Halestorm, Abba e as grandes divas como Céline Dion e Whitney Houston.

Descendente de japoneses, participou e ganhou diversos concursos de canto voltados para música pop/rock japonesa, sendo atualmente a Bi-campeã do Animeke Show (2009 e 2014), cujos prêmios foram duas viagens ao Japão. Em 2016 foi a campeã brasileira do KWC – Karaoke World Championship e foi a Vancouver, Canadá representar o Brasil na final mundial, onde foi terceira colocada.

Tem mais de 15 anos de experiência com bandas e apresentações para pequenos e grandes públicos, de bares e casas noturnas a grandes festivais como o AnimeFriends.

 

MIKE MAIA – Campeão 2016 – 7° Lugar no Mundial / 4° Lugar Categoria Dueto

Mike nasceu em Pernambuco e descobriu sua paixão por música aos 9 anos, quando começou a cantar em igrejas. Mudou-se para São Paulo, aperfeiçoou o talento nato aprendendo algumas técnicas e passou a fazer apresentações em casamentos e em corais da escola.

Hoje Mike expressa sua vocação natural por meio de diversos estilos musicais, mas alimenta grande paixão pelo blues e jazz. Suas influências são Ray Charles, Etta James, Leonardo Gonçalves, Gavin James, Djavan, Caetano Veloso, entre outros.

Em 2016 foi campeão brasileiro do maior campeonato de Karaokê do mundo, o KWC – Karaoke World Championships – ganhando a vaga para representar o Brasil na grande final, em Vancouver. Numa acirrada disputa, conquistou o 7° lugar no Mundial e teve a honra de fazer parte do seleto Top 10 dos melhores da competição. Logo após essa vitória, realizou sua primeira gravação profissional da sua carreira artística, lançando a música e o clipe “Eu não sei”, de sua autoria.

Carioca, Ananda Torres, 40 anos, despontou na competição no Calabouço Heavy & Rock Bar. Nasceu sem enxergar nada e seus pais usavam a música como meio de comunicação e expressão. Após uma cirurgia de catarata congênita, aos dois anos começava a experimentar o mundo e tocar um pianinho. Aos 8 anos ganhou um piano de verdade e, aos 16 começou a estudar canto.  Entrou na UniRio em licenciatura em música, mas largou a faculdade e cursou  Publicidade na ESPM.

Em 2014 participou das seletivas para o The Voice Brasil e cheguou às audições às cegas. Fou convidada para ser assistente de direção musical do espetáculo S’Imbora, o Musical – sobre a vida do cantor Wilson Simonal. Trabalhou também como pianista ensaiadora e assistente de preparação vocal. A experiência com Karaokê começou este ano, quando comemorou seus 40 anos num Karaokê, onde ficou sabendo da disputa do KWC Brasil.

Thiago Millôres, 29 anos, nasceu em Magé, no Rio de Janeiro e fez cursou Técnico em Química. Gosta de música desde criança, quando ouvia os discos da mãe e da avó. Apesar de sua família não ter muitos recursos, aos 13 anos passou a ter aula de piano clássico e aos 15 foi chamado fazer parte de uma banda. Aos 16 criou coragem para cantar e descobriu o karaokê. Sempre que podia estava nos palcos, enquanto trabalhava como freelancer tocando em bares e casamentos. Foi convidado por Rossana Pinheiros, organizadora de um karaokê no Rio de Janeiro, a participar do KWC. Desempregado e com dificuldades financeiras para vir a São Paulo participar da final, teve o apoio dos amigos cariocas, da família e principalmente de Rossana, e venceu a competição.   Seu sonho hoje é ter condições de estudar mais e viver de música.

 

 

FAQ News

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

40 − = 33